/> CASAMENTO, TIRANDO AS MÁSCARAS (2a Parte) - BLOG DESPERTAI

SAÚDE

CASAMENTO, TIRANDO AS MÁSCARAS (2a Parte)


por Josué Gonçalves
Ter intimidade é permitir que o outro veja a nossa imperfeição. Por causa do orgulho que há em todos nós, é sempre complicado quando nossas mascaras impendem que o nosso cônjuge conheça quem nós realmente somos. Quando falo em intimidade, não tem nada a ver com deixar a porta do banheiro aberta enquanto se faz xixi, não é isso. Intimidade tem a ver com auto-revelação, é o desnudamento da alma. A questão aqui é reconhecer as coisas que escondemos e porque escondemos. Infelizmente a maioria não sabe qual é o impacto dessa decisão no relacionamento conjugal.
Vou sugerir uma lista, responda qual destas áreas você não é totalmente aberto com o seu cônjuge.
Seu sentimentos Seus medos

Seu ideais Suas opiniões
Suas necessidades Seu passado
Suas esperanças e seus sonhos Sua sexualidade
Seus amigos e sua família Seu corpo
Sua criatividade Seu trabalho
Suas paixões Seus gostos

Sua personalidade Sua espiritualidade
Tire um momento para uma breve reflexão e veja como cada um desses itens afeta o seu relacionamento.
Há pessoas que vivem debaixo do mesmo teto, fazem as refeições na mesma mesa, dormem na mesma cama, mas estão dolorosamente separadas. São estranhos íntimos que se escondem atrás de suas máscaras. Manter um casamento de aparência para os outros verem, é como construir uma casa na areia, quando vier uma chuva mais forte essa casa não vai resistir e certamente cairá.

Onde você se esconde?

Tire um tempinho agora e pense em vários esconderijos que você tem usado para não revelar o seu verdadeiro eu.
Você se esconde atrás de...
· Seu emprego ou seu estilo de vida agitado?

· Roupas caras ou acessórios chamativos?

· Seus hobbies?

· Sua vida profissional?
· Seu senso de humor?

· Sexo?
· Comida, bebidas ou drogas?

· Suas palavras?
· Seu dinheiro?

· Seus amigos, irmãos, sua mãe ou seus filhos?

O caminho para libertação das máscaras passa pela identificação das áreas da usa vida que você mais esconde. Quando lançamos luz sobre esses recantos há libertação e transformação.
___________________